Blog

O que é o tratamento com Enzimas?

Publicado em 27 de julho de 2017

Por Rafael Ferreira

Já ouviu falar de tratamento com enzimas? Sabia que essa não é a nomenclatura correta? Mas afinal, do que se trata esse tipo de tratamento que promete combater gordura, calvície e manchas na pele?

Parece coisa de outro mundo, mas é algo ao alcance de todos, seja você um paciente ou esteticista. Descubra agora do que estamos falando e se prepare para ter resultados, seja em seu corpo ou estabelecimento. No final do texto você saberá onde se especializar nesse assunto, não deixe de conferir!

Enzimas: Não é bem assim

Apesar de levar esse nome, o uso de enzimas é feito na minoria dos casos. Nesse tipo de tratamento são utilizados minerais e ativos metabólicos buscando resultados fisiológicos em seu corpo. O nome mais correto para esta técnica seria o de intradermoterapia.

Esse tratamento, criado nos anos 50, teve como objetivo substituir os meios tradicionais de analgesia, que eram feitos através de altas dosagens de produtos que poderiam atacar o estômago ou gerar efeitos colaterais tóxicos.

Figura 1 - Sabia que tem como tratar calvície e gordura com intradermoterapia?

Figura 1 – Sabia que tem como tratar calvície e gordura com intradermoterapia?

O problema das toxinas é sua rápida propagação pelo corpo, que pode gerar problemas rapidamente. A intradermoterapia então veio pra mudar isso, utilizando a derme como “estoque” dos princípios ativos. Dessa forma era possível ter mais resultado com menores doses.

Nesse estudo percebeu-se que nem apenas o princípio ativo gera resposta fisiológica no corpo, mas a agulha também. Um grande número de perfurações fazia o organismo perceber que aquela região estava em tratamento. A circulação permitia uma melhor oxigenação, fazendo com que essa técnica entregue melhores resultados na região tratada.

Onde aplicar?

Com essa técnica é possível fazer tratamentos capilares, faciais e corporais. Por exemplo, quem tem uma mancha muito forte na pele, é possível usar essa técnica para promover clareamento.

derma-blue

A síntese de colágeno e elastina também pode ser aumentada usando essa técnica, revertendo as marcas que os anos trazem e auxiliando na hidratação da pele. Para isso é realizada um mix de princípios ativos de acordo com cada tratamento.

Dá pra mexer na gordura com essa técnica?

Sim! Através da camada hipodérmica é possível reduzir medidas e aumentar o metabolismo basal, levando até essa camada princípios ativos que atuem diretamente na gordura, quebrando ela ou ativando o metabolismo.

Ativos como a cafeína favorecem a lipólise, quebrando a gordura do corpo. Se você juntar isso com aplicações sistêmicas, é possível subir o levantamento basal de todo o corpo, queimando ainda mais energia.


Confira também: Tratamentos estéticos a laser


Na musculatura, é possível obter crescimento através da aplicação de BCAA, por exemplo. Se você sofre com calvície, é possível ter cabelo novamente através da intradermoterapia, é possível reverter quadros de alopecia. Colocando os nutrientes fundamentais a situação é contornada, gerando cabelo e pelos nas regiões necessárias.

Essa técnica permite também o crescimento de um fio melhor, tendo mais corpo e volume. Pergunte à suas referências em Estética e você verá como essa é uma técnica incrível! Vale a pena investir em cursos e aprendizados sobre isso.

Prepare-se!

Falando sobre aprendizado, temos em nossa unidade alguns cursos que envolvem a intradermoterapia, sendo possível aprender todas as suas aplicações e qual a melhor forma de obter o resultado em cada uma delas.

Se quiser aprender como ela funciona, quiser ver uma aplicação real ou tirar dúvidas, entre em contato conosco! Temos certeza que essa técnica será um sucesso para você.


Clique na imagem para ver o vídeo:

videoenzima

Siga-nos em todas as redes sociais:

Por: Danilo Soares –  Montt